Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Quando é jovem parece que tudo flui, tudo se ajeita da forma que queremos. Quando chegamos na fase adulta, passamos a pensar de forma diferente e dar prioridade aos sentimentos.

familia

Como é bom falar o que senti para aquelas pessoas em especiais, falar o quanto são importantes, transmitir afeto, carinho. Então pensei sobre as pessoas do meu convívio e me perguntei: Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Poderia não fazer diferença, mas teria esclarecido o que realmente sinto. Eu poderia, além dos meus cuidados e ações, falar de coração e alma o quanto eles significam e o quanto eu valorizo a presença deles ao meu lado. Eu poderia dizer as frases mais lindas, mas minha timidez não permite.

Hoje, entendo que me amam do jeito de vocês, que lutaram para me dar o melhor. Foi através de vocês que aprendi a superar os obstáculos. É; pai, mãe, meus verdadeiros vencedores, e eu tão jovem não via o esforço de vocês.

Eu não quero somente cuidar ou estar presente quando precisarem; eu desejo muito mais. Quero poder dar uma vida plena e eterna, fazê-los sempre sorrir, dar felicidade, dizer o quanto eu amo vocês. Como seria se eu tivesse coragem de falar o que sinto?

Poderia ser um momento emocionante para nós, um momento de transbordar nossos corações, enaltecer o nosso relacionamento  familiar, mas minha timidez não permite, porque sou uma pessoa de esconder sentimentos. No entanto, demonstro o meu amor através de ações.

Com amor! ❤

Abraço e até mais! 😉